Eu poetizo, 3.

PARAÍSOS PERDIDOS Voltar a pensar, Acreditar, Sentir a esperança florir. Acorda amorfa, Ainda indefinida, Sem nexo, Esperança sem sentido Uma forma de crer na vida, Talvez no homem O que significa voltar a crer em mim mesmo. Uma forma de acreditar no vazio. Pensar em passados distantes, Tais quais paraísos perdidos, Que de paraíso nada possuíam, Perdidos no éter, No nada.

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Eu poetizo, 1.

Ao meu amor entristecido. Pediste-me que poetize, Pois então pousa tua cabeça dolorida Tão cheia de quimeras, de ideal, de desesperança, Sobre o colo brando que acolhe, De teu amor compadecido. Hás de

Espaço Literário

Marcel Proust

Redes sociais

  • White Facebook Icon

© 2020 por Carlos Russo Jr.

Todos os direitos reservados